54° Mapa: ES tem municípios em risco baixo pela primeira vez desde 5 de março

São 12 cidades na faixa verde, a mais branda, além de 24 municípios em risco alto e 42 em risco moderado

0
Crédito: Divulgação/Governo do Espírito Santo

O Espírito Santo volta a ter municípios em risco baixo para a Covid-19 a partir da próxima segunda-feira (10), quando passa a vigorar o 54° Mapa de Risco para a doença no Estado, divulgado nesta sexta-feira (7) pelo governador Renato Casagrande. São 12 cidades na faixa verde, algo que não acontecia desde o 47° Mapa de Risco, divulgado em 5 de março. Além da classificação mais branda para o coronavírus, há ainda 24 municípios em risco alto e 42 em risco moderado.

Durante o pronunciamento, Casagrande aproveitou para anunciar a autorização para o retorno das aulas presenciais para alunos do Ensino Infantil e Fundamental I nos municípios classificados em Risco Alto, seguindo as mesmas regras do Risco Baixo e Moderado – definidas pelas Portarias SESA/SEDU nº 01-R e 02-R.

Para as unidades de ensino da Rede Estadual, a Secretaria da Educação (Sedu) ainda vai anunciar como essas regras serão aplicadas na próxima semana.

“Continuamos colhendo os bons frutos da quarentena e das medidas que estamos tomando junto com cada um de vocês. Estamos tendo resultado objetivo com relação a vidas salvas, a vitória da vida, com relação a responsabilidade com que nós estamos conduzindo o Estado do Espírito Santo. Fechando essa semana, com análise na data de hoje na sala de situação, a taxa de transmissão continua abaixo de 1. Há 21 dias está abaixo de 1, então, 100 pessoas transmitem para menos de 100 pessoas. Isso mostra que a pandemia neste momento está em queda. No dia 16 de abril, fechamos com uma taxa de 0,96. Vamos fechar a semana 22 também abaixo de um”, afirmou Casagrande.

Segundo o governador, o Espírito Santo tem hoje 78,5% dos leitos UTI Covid-19 ocupados. “Isso é importante porque altera o grau de risco para diversos municípios, mas é uma taxa alta ainda”, frisou.

Sobre a quarta semana seguida de queda no número de mortes, Renato Casagrande apresentou alguns dados. “Já temos quatro semanas epidemiológicas seguidas de queda nos óbitos. Tivemos 340 óbitos na semana passada. Na anterior, 459. Antes, 479. E 511 foi a semana em que mais pessoas perderam a vida no Estado. Estamos caindo, vamos fechar hoje com um registro de 215 ou 2020 óbitos”.

A Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias. Já o eixo de vulnerabilidade considera a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença. A estratégia de mapeamento de risco teve início em abril do ano passado.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) e da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

Confira a classificação de todos os municípios capixabas:

RISCO BAIXO: Águia Branca, Baixo Guandu, Governador Lindenberg, Ibatiba, Iconha, Itaguaçu, Itarana, Jaguaré, Jerônimo Monteiro, Muqui, São Roque do Canaã e Vila Pavão.

RISCO MODERADO: Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Apiacá, Aracruz, Atílio Vivácqua, Barra de São Francisco, Bom Jesus do Norte, Brejetuba, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Fundão, Ibiraçu, Ibitirama, Itapemirim, Iúna, João Neiva, Laranja da Terra, Linhares, Marilândia, Mimoso do Sul, Montanha, Mucurici, Nova Venécia, Pancas, Piúma, Ponto Belo, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São Mateus, Sooretama, Vargem Alta e Venda Nova do Imigrante.

RISCO ALTO: Alegre, Anchieta, Boa Esperança, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Conceição do Castelo, Ecoporanga, Guaçuí, Guarapari, Irupi, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Muniz Freire, Pedro Canário, Pinheiros, Presidente Kennedy, Rio Bananal, São José do Calçado, Serra, Viana, Vila Valério, Vila Velha e Vitória.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui