Pazolini anuncia volta às aulas presenciais em Vitória na próxima segunda-feira (10)

Anúncio de prefeito antecipa decisão da Sala de Situação, que classifica o risco de cada município e elabora medidas para lidar com a pandemia

0
Controle de fluxo na entrada dos estudantes na Emef Alvimar Silva, no bairro Santo Antonio - Foto: Jansen Lube

As aulas presenciais em Vitória estão previstas para retornarem, de maneira gradual, na próxima segunda-feira (10). O anúncio foi feito pelo prefeito Lorenzo Pazolini (Republicanos), em um vídeo compartilhado em redes sociais pela assessoria de imprensa do chefe do executivo na manhã desta terça-feira (4).

Por enquanto, a capital capixaba permanece classificada como risco alto na pandemia da Covid-19, em análise do Mapa de Risco. Desta forma, não há a permissão para que estudantes voltem às escolas. No entanto, há a expectativa de que ocorra uma avaliação sobre as medidas para a educação aos municípios que possuem este nível de risco.

A sinalização dada anteriormente, em entrevista coletiva, pelo secretário de Estado da Saúde (Sesa), Nésio Fernandes, era de que o mapa traria mais municípios em risco moderado ou baixo no decorrer do mês de maio. Isso também pode indicar que a Grande Vitória seja classificada como risco moderado na próxima semana.

As decisões devem ser tomadas na próxima sexta-feira (7), quando o governador Renato Casagrande irá fazer um novo pronunciamento sobre a pandemia.

No vídeo, Pazolini diz que a prefeitura debateu com especialistas e tomou a decisão pelo retorno das aulas, ouvindo pais e mães de estudantes.

Estamos perdendo toda uma geração, não dá mais para aceitar essa condição. Temos que respeitar a ciência, ouvir os especialistas, mas também os pais e mães aflitos em suas residências, e os jovens perambulando pelas ruas sem nenhum tipo de educação, mesmo com os esforços dos professores. Estaremos preparados para na próxima segunda-feira (10) receber os nossos alunos com muita atenção, zelo e com respeito às normas sanitárias“, afirma o prefeito em parte do vídeo.

Também no registro, o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Erick Musso (Republicanos), defendeu levar a pauta para debate para que todos os municípios do Espírito Santo tenham retorno às aulas presenciais gradualmente.

*A reportagem solicitou posicionamento à Secretaria de Educação (Sedu) e de Saúde (Sesa). Também pediu mais esclarecimentos à Prefeitura de Vitória sobre como deve ocorrer o retorno. Assim que as respostas forem obtidas, a matéria será atualizada. 

O que diz a Sedu

A Sedu informou que continua seguindo o Mapa de Risco do Governo do Estado, que é atualizado semanalmente. Atualmente, nos municípios de Risco Moderado (e quando houver municípios de Risco Baixo) as aulas na Rede Estadual podem ser realizadas no formato híbrido, no presencial e remoto.

“As redes privada e municipais podem adotar o mesmo modelo, podendo, também, ser presencial. Vinte e dois municípios, classificados, atualmente, como Risco Moderado já realizam aulas no formato híbrido, de acordo com o Mapa de Risco vigente de 03 a 07 de maio”, disse a Sedu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui