Vasco derrota Atlético-MG nos pênaltis e é campeão da Supercopa do Brasil sub-20

Goleiro Cadu defendeu cobrança de Matheus Alisson, a última da equipe mineira, e deu o título aos cariocas, no estádio Kleber Andrade

0
Foto: Reprodução/Sportv

O Vasco é campeão da Supercopa do Brasil Sub-20. Após abrir 2 a 0 sobre o Atlético-MG no primeiro tempo e sofrer o empate na segunda etapa, o Cruz-Maltino foi mais eficiente nos pênaltis, fez 7 a 6 e faturou a taça. O goleiro Cadu defendeu cobrança de Matheus Alisson, a última da equipe mineira, e deu o título aos cariocas, no estádio Kleber Andrade, em Cariacica, na noite deste domingo (21).

Os primeiros minutos de uma morna partida esconderam as emoções que viriam pela frente. Com o Vasco melhor, dominando as ações de jogo, o Atlético-MG se viu sem muitas opções e só conseguiu assustar aos 15 minutos, em jogada aérea. Mas aos 36, Vinícius recebeu passe na ponta esquerda, invadiu a área, tocou entre as pernas do lateral-esquerdo Talison e bateu colocado, sem chance para o goleiro Gabriel Delfim: 1 a 0.

O Galo sentiu o baque e foi pressionado pelo Vasco, que insistiu até ampliar o marcador ainda no primeiro tempo. Três minutos após sofrer o primeiro gol, os mineiros sofreram o segundo. O time carioca dificultava a saída de bola adversária e conseguiu recuperar do lado direito do ataque. Miranda recebeu e fez boa jogada individual dentro da área, chegou à linha de fundo e cruzou rasteiro. Talison interceptou, mas a bola ficou sobrou livre para MT aproveitar o rebote e completar de primeira: 2 a 0.

O Vasco controlava o jogo no início do segundo tempo, embora menos agudo e cadenciando melhor a bola, que o Atlético não conseguia ter para construir plenamente suas jogadas. Até que aos 20 minutos, Luís Eduardo dominou passe com a perna direita e, deixando a bola correr para perto da meia-lua, girou o corpo sobre o marcador e bateu bonito de canhota, sem dar chance de defesa para o goleiro Cadu: 2 a 1.

O gol deu novo ânimo ao Galo, que acordou no jogo e passou a dominar as ações, enquanto o Cruz-Maltino dava sinais de cansaço. Aos 36, Arthur levou o cartão vermelho e complicou a vida vascaína. Em vantagem numérica, o Atlético se impôs ainda mais e chegou ao empate com Pedro Henrique, que aproveitou bobeira da zaga carioca em bola mal afastada da área e, sozinho, tocou de pé direito para um fundo do gol: 2 a 2.

Com a igualdade no marcador permanecendo até o apito final, a decisão foi nos pênaltis. Após 14 cobranças, das quais 13 bem-sucedidas, o Vasco levou a melhor graças ao goleiro Cadu, que chegou a tocar na bola em duas oportunidades, mas não evitou o gol mineiro até a última cobrança alternada. Matheus Alisson buscou o ângulo esquerdo do goleiro vascaíno, que acertou o canto, defendeu com a mão esquerda e correu para o abraço. Clube de Regatas Vasco da Gama campeão da Supercopa do Brasil Sub-20.

Goleiro Cadu comemora defesa de pênalti que deu título ao Vasco (Foto: Reprodução/Sportv)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui