Bancada capixaba fica dividida em votação que manteve a prisão de Daniel Silveira (PSL)

Dos dez deputados, metade votou favorável, a outra pela liberdade do parlamentar carioca. Saiba como cada um dos representantes capixabas votou

0
Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil

A bancada capixaba ficou dividida na decisão que confirmou a manutenção da prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ). Dos dez deputados que representam o Espírito Santo, metade votou favorável, a outra pela liberdade do parlamentar carioca.

Saiba como ficou o voto de cada um:

Amaro Neto (Republicanos)

Amaro Neto votou pela manutenção. O deputado não manifestou o motivo da escolha nas redes sociais. O partido dele se posicionou, majoritariamente, pelo voto favorável. A reportagem o procurou, mas ainda não obteve resposta. Assim que obtiver, a matéria será atualizada.

Da Vitória (Cidadania)

O parlamentar votou contra a manutenção. Ele explica que não concorda com a fala de Daniel Silveira, mas discorda da aplicação da prisão em flagrante. Confira:

Evair de Melo (PP)

O deputado é vice-líder do governo na Câmara, porém votou pela manutenção da prisão, por ser um posicionamento majoritário dentro do partido. Evair não fez referência ao voto em nenhuma publicação nas redes sociais. A reportagem pediu um posicionamento ao parlamentar e, assim que obtiver, a matéria será atualizada.

Felipe Rigoni (PSB)

O deputado votou a favor da manutenção da prisão de Daniel Silveira. Segundo Rigoni, o parlamentar carioca possui um “histórico repugnante e incompatível com o cargo que ocupa”.

Helder Salomão (PT)

O petista informou que votou favorável e fez um pedido: “CHEGA de tolerar ataques contra a democracia e contra as instituições”.

Lauriete (PSC)

A deputada votou contrária a manutenção da prisão. Ela enviou um posicionamento sobre a decisão da Câmara.

“A democracia e a lei brasileira garantem o livre exercício da liberdade de expressão, porém os excessos necessitam de análise e decisões proporcionais ao ato praticado. A Câmara dos Deputados julgará de forma independente e equilibrada. Lembrando sempre que qualquer ameaça de impedir o livre exercício de qualquer dos Poderes da União ou dos Estados deva ser devidamente apurada”.

Neucimar Fraga (PSD)

Neucimar votou pela liberdade do deputado Daniel Silveira. Ele acredita que o Supremo Tribunal Federal (STF) errou ao dar a decisão de prisão em flagrante.

Norma Ayub (DEM)

A previsão do partido era que, entre os 29 parlamentares da legenda, ao menos 16 deputados votassem a favor. Norma Ayub se manifestou contrariamente à prisão de Daniel Silveira. Ressaltou que a decisão deve ser julgado pela Câmara dos Deputados.

Soraya Manato (PSL)

A deputada informou que votou contra a prisão. Ela diz ser a favor da liberdade de expressão e que o posicionamento do deputado Daniel Silveira é uma opinião, e não desrespeita ao STF.

Ted Conti (PSB)

O deputado votou pela manutenção da prisão. Ele comenta que “a imunidade parlamentar não pode ser utilizada para fazer a apologia a crimes, incitar a violência ou para insultar e caluniar”. Considera que atacar uma instituição é atacar a democracia. Confira a manifestação na íntegra:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui