Inspetor penitenciário baleado no Morro do Moreno morre em Vitória

Ele estava internado no Hospital de Urgência e Emergência, em Vitória, e a causa da morte foi uma parada cardiorrespiratória

0
Foto: Reprodução

O inspetor penitenciário Rodrigo Figueiredo da Rosa, de 40 anos, baleado nas costas em uma tentativa de assalto no Morro do Moreno, em Vila Velha, no dia 10 de janeiro, morreu na manhã desta quarta-feira (20). Rodrigo estava internado desde o dia do crime e já estava paraplégico devido as lesões da bala que atingiu uma vértebra.

Ele estava internado no Hospital de Urgência e Emergência, em Vitória, e a causa da morte foi uma parada cardiorrespiratória. A Secretaria da Justiça (Sejus) lamentou a morte do inspetor penitenciário Rodrigo Figueiredo da Rosa, que era servidor efetivo e atuava na pasta desde agosto de 2010

“A Secretaria manifesta os mais sinceros sentimentos pela perda e se coloca à disposição para prestar assistência e apoio à família e amigos do servidor. Os acusados de envolvimento no crime permanecem no Centro de Detenção Provisória da Serra”, disse a Sejus por nota.

Prisão

No dia 13 de janeiro, a Polícia Civil prendeu três homens envolvidos no crime que teve como vítima o inspetor penitenciário. Dois indivíduos foram responsáveis pelo crime, e outro era um receptador, que obteve a arma roubada do agente e iria negociar com traficantes de Cariacica.

A Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) ficou responsável pelo caso. Após levantarem as primeiras informações, vítimas de roubos que ocorreram no dia anterior ao crime foram chamadas para prestar depoimentos. Elas tiveram os celulares levados pelos bandidos no sábado, e a polícia acreditava que poderiam ter sido os mesmos homens que cometeram o crime no domingo.

As vítimas descreveram como eram os criminosos fisicamente e também cederam informações de localização dos celulares. Diante dos detalhes, o delegado da Delegacia de Segurança Patrimonial (DSP), Gianno Trindade, explicou que foi possível criar um perímetro para a atuação na busca pelos indivíduos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui