“Que construa uma nova escola e coloque o nome do pai”, diz Max Filho após homenagem em Vila Velha

1
Foto: Reprodução

Achou que a rivalidade despontada durante a Eleição em 2020 entre Arnaldinho (Podemos) e Max Filho (PSDB) tinha dado um respiro nesse início de ano? Achou errado.

No dia 5 de janeiro, a Câmara Municipal de Vila Velha propôs um Projeto de Lei que homenageia o pai do prefeito e coloca em uma escola do bairro Praia de Gaivotas o nome “UMEI Arnaldo Borgo”. A Prefeitura, por nota, informou que o projeto deixa a família “honrada”. O PL foi decretado na terça-feira (12).

Pois bem, nesta quarta-feira, o ex-prefeito Max Filho, pelo Twitter, repudiou a homenagem. Disse ainda: “que construa uma nova escola e ponha o nome do pai”.

Rose de Freitas volta ao MDB quase três anos após desmonte das eleições de 2018

De volta ao lar. Esta é a situação da senadora Rose de Freitas. Quase três anos após deixar o MDB, ela retorna ao partido em que esteve filiada durante a maior parte de sua vida política (de 1970 a 1990 e de 2003 até 2018). Isolada em casa por conta da pandemia de Covid-19, ela assinou a nova ficha de filiação na tarde desta terça-feira (12), durante reunião virtual com a Executiva Nacional do partido.

No evento partidário, o senador Eduardo Braga (AM), vogal da executiva nacional, elogiou a volta da colega de Plenário, chamando-a “nossa sempre querida” e afirmando que ela “volta pra sua casa, o MDB, para alegria de todos nós aqui no Senado da República”. Em nota oficial, o partido no Espírito Santo deu as boas-vindas à senadora e ressaltou que ela “retorna num momento importante para o MDB”.

A sigla disputa as presidências da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, com Baleia Rossi (SP) e Simone Tebet (MS), respectivamente. As eleições ocorrem no dia 1° de fevereiro. Nesta segunda-feira (11), o governador do Estado, Renato Casagrande (PSB), recebeu a visita do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que busca apoio para eleger seu indicado ao comando da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

No dia 7 de abril de 2018, Rose de Freitas deixou o MDB “triste e incomodada” para concorrer ao governo do Estado, filiando-se ao Podemos. À época, a antiga sigla abrigava o então governador Paulo Hartung, que buscava se fortalecer eleitoralmente em nível nacional e deixou a legenda estacionada, aguardando que tentasse a reeleição – ficaram sem Hartung, que anunciou sua desfiliação em novembro, e sem candidato.

De casa nova, Rose concorreu ao pleito com apoio do antigo partido e ficou em quarto lugar, obtendo apenas 5,47% dos votos válidos. Em setembro de 2020, a senadora deixou o Podemos, que iria expulsá-la por ela ter apresentado uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) abrindo caminho para a reeleição, na mesma legislatura, de Alcolumbre na presidência do Senado e do deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) na Câmara.


Nésio Fernandes e outros Secretários de Saúde do Brasil reforçam coro pelo adiamento do Enem

Aplicativo de Celular Enem – Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) é mais uma entidade que pede o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A aplicação da prova já está próxima de acontecer, marcada para os próximos domingos, 17 e 24 de janeiro (presencial), e 31 de janeiro e 7 de fevereiro (versão digital).

O secretário de Estado da Saúde do Espírito Santo, Nésio Fernandes, comentou sobre o posicionamento. No Twitter, disse que “não é adequado realizar um exame nacional destas proporções num contexto de alta transmissão da doença e em realidades tão assimétricas no país”.

Confira:

 

Há um movimento de entidades científicas e de educação que pede o adiamento, que nas redes sociais utiliza a hashtag #AdiaEnem. Uma delas é a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), que tem como membro a epidemiologista e professora da Universidade Federal do Espírito Santo, Ethel Maciel.

Na tarde desta terça-feira (12), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) recebeu decisão favorável da Advocacia Geral de União (AGU) para a realização do Exame, mantendo a realização das provas para os dias previstos.

Nesta manhã a Justiça Federal de São Paulo rejeitou o pedido da Defensoria Pública da União (DPU) de adiamento das provas, ação da qual fez parte a União Nacional dos Estudantes (UNE), e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES).


Presidente do Senado, Alcolumbre faz visita a Casagrande no Palácio Anchieta

Foto: Divulgação Secom

Os senadores Davi Alcolumbre (AP), presidente da Senado, e Rodrigo Pacheco (MG) estão em agenda nesta segunda-feira (11) no Palácio Anchieta em uma visita, acompanhados dos senadores capixabas Marcos do Val (Podemos) e o secretário de Estado de Governo, Tyago Hoffmann.

Os senadores foram recebidos pelo governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), e na pauta está os temas federativos, o corredor Centro-Leste e a eleição da Mesa. Um almoço será realizado. Os políticos chegaram ao Palácio Anchieta às 12h para um almoço com o governador.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui