Ministro do STJ revoga prisão domiciliar de Queiroz e esposa

Decisão é do ministro Félix Fischer, que atendeu pedido de revogação da prisão domiciliar apresentado pela Procuradoria-Geral da República (PGR)

0
Márcia e Fabrício Queiroz estão em prisão domiciliar devido a uma liminar concedida pelo presidente do STJ, João Otávio de Noronha, no dia 9 de julho, durante o período de recesso do tribunal. (Foto: Reprodução)

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Felix Fischer revogou, nesta quinta-feira (13), a prisão domiciliar de Fabrício Queiroz e sua esposa Márcia Aguiar, investigados em um suposto esquema de rachadinha na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). Com a decisão, ambos devem voltar à prisão. A revogação atendeu ao pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Queiroz e sua esposa estão em prisão domiciliar devido a uma liminar concedida pelo presidente do STJ, João Otávio de Noronha, no dia 9 de julho, durante o período de recesso do tribunal.

A reportagem entrou em contado com a defesa dos investigados e aguarda resposta.

*Por Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui