IBGE anuncia fim da restituição de inscrições, pelo aplicativo, para o Censo 2020

No próximo dia 17, o IBGE divulgará a nova forma de devolução para as 40 mil pessoas que ainda não pegaram o dinheiro de volta

0
O consumidor que não quiser receber oferta de empréstimo consignado deve cadastrar seus telefones fixos e móveis - Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Terminou nesta segunda-feira (10) o prazo para resgate, via aplicativo, da taxa de inscrição do processo seletivo para o Censo 2020. Cerca de 60 mil candidatos já resgataram os valores por meio da carteira digital do Banco do Brasil. No próximo dia 17, o IBGE divulgará a nova forma de devolução para as 40 mil pessoas que ainda não retiraram o dinheiro.

O processo seletivo simplificado para as funções de Agente Censitário Municipal (ACM), Agente Censitário Supervisor (ACS) e Recenseador foi cancelado em março, devido à pandemia de Covid-19. Desde o dia 12 de maio, começaram a ser restituídos R$ 2.823.775,95 referentes a 100.735 inscrições pagas. As taxas foram de R$ 35,80 para concorrer a funções de nível médio (ACM e ACS) e de R$ 23,61 para disputar as vagas de ensino fundamental (Recenseador).

“Para evitar que essas pessoas tivessem que se dirigir a uma agência bancária no período de confinamento, foi disponibilizado o procedimento de devolução da taxa de inscrição através do aplicativo carteira digital do Banco do Brasil”, explica Antonio Carlos Mantuano, coordenador de Orçamento e Finanças do IBGE.

Foram enviados e-mails para todos os beneficiários do IBGE informando sobre a disponibilidade dos recursos para ressarcimento. Passados quase três meses do início da devolução, cerca de 60% dos candidatos que faziam jus à restituição já resgataram seus valores.

Aqueles que não concretizarem o procedimento até o dia 10 deverão aguardar as orientações sobre a nova modalidade de restituição, que serão divulgadas pelo IBGE a partir do dia 17. Os canais de atendimento do IBGE, através do telefone 0800 721 8181 e do email ibge@ibge.gov.br, continuam à disposição dos interessados para mais informações e esclarecimentos.

Confira o passo a passo para resgatar os valores no IBGE

Após baixar a Carteira Digital bB na loja de aplicativos do celular, o candidato deve selecionar “criar carteira bB” e em seguida preencher o cadastro com CPF, nome completo, data de nascimento e número do celular.

O beneficiário deverá selecionar a opção “receber” na tela inicial do aplicativo e responder às perguntas de segurança baseadas nas informações fornecidas quando se inscreveu no processo seletivo. Em seguida, é só clicar em “confirmar” e o dinheiro já estará disponível na conta da Carteira Digital bB.

Com o valor liberado no aplicativo, o beneficiário poderá:

– Sacar a quantia em qualquer caixa eletrônico do Banco do Brasil;
– Transferir para outra conta (TED);
– Transferir para um contato que também tenha a Carteira Digital bB ativa;
– Realizar pagamentos com código de barras ou em estabelecimentos credenciados.

Em caso de dúvidas sobre o aplicativo, o candidato pode entrar em contato com o Banco do Brasil por telefone 0800 729 5293, chat no próprio aplicativo ou pelo e-mail atendimento@carteirabb.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui