Bandes é autorizado a captar US$ 30 mi para financiar micro, pequenas e médias empresas no ES

A expectativa é de que os recursos estejam disponíveis em agosto deste ano, ajudando 300 empresas na manutenção de aproximadamente 15 mil empregos no ES.

0
Bandes: previsão de aporte financeiro para conter queda nas receitas de empresas capixabas e preservar empregos. Foto: Divulgação/Bandes.

O Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) conseguiu autorização da Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), vinculada ao Ministério da Economia, para captar R$ 30 milhões junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A quantia servirá para financiar micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) com linhas de crédito emergencial no Estado.

O pedido foi feito via Carta Consulta pela instituição capixaba e a expectativa é de que os recursos estejam disponíveis em agosto deste ano. Segundo o diretor-presidente do Bandes, Maurício Cézer Duque, o aporte financeiro é um marco para a entidade e vem em momento crucial, de retração econômica.

“Esta captação de recursos no BID é um marco importante na história do banco: é a primeira com uma instituição financeira internacional. O Bandes está buscando alternativas de recursos para reforçar a sua capacidade de dar suporte financeiro às empresas neste momento de retração econômica”, afirma Duque.

Segundo informações da gerência de comunicação institucional do órgão, a prioridade de financiamento do banco é o capital de giro das empresas locais. As propostas serão para apoios de R$ 1 milhão, com prazo de pagamento de 96 meses.

“Caso seja necessário, financiaremos investimentos nas empresas, mas a prioridade é para capital de giro”, acrescenta o diretor.

As linhas de financiamento ainda estão em fase de elaboração, com algumas já definidas, como o direcionamento de 20% do percentual para empresas lideradas por mulheres.

E para reforçar o papel de instituição compromissada com o desenvolvimento socioeconômico, assumimos um compromisso de investir, no mínimo, 20% das operações para empresas lideradas por mulheres”, diz o diretor-presidente.

O Bandes é um banco de fomento que tradicionalmente disponibiliza recursos financeiros através de linhas de crédito próprias. Com a pandemia de Covid-19, muitos empreendimentos, de todos os tamanhos, estão sentindo forte impacto nas receitas.

Diante disso, a instituição tem a meta de atender cerca de 300 empresas e ajudar a preservar cerca de 15 mil empregos no Estado com os recursos provenientes do BID.

Etapas da captação dos recursos

A aprovação na Cofiex foi o primeiro passo para a obtenção do crédito junto ao BID e teve sua resolução publicada na última quarta-feira, dia 1° de junho. A próxima etapa será na Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), que deverá aprovar as formas de garantia a serem apresentadas pela instituição financeira multilateral.

Em seguida será a vez da entrega de documentação à Secretaria de Tesouro Nacional (STN) para avaliação de concessão da garantia soberana da União.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui