Lateral do Vasco, Ramon projeta volta ao futebol capixaba: “vontade de encerrar no meu estado”

O capixaba tem contrato com o Vasco até o final de dezembro deste ano e atualmente está se recuperando de uma lesão

0
Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

O lateral esquerdo do Vasco da Gama, Ramon Motta, revelou que pretende terminar a carreira bem perto de suas origens, no Espírito Santo. Nascido em Cachoeiro de Itapemirim e cria do Ninho da Águia, ele abriu o jogo em entrevista para a página oficial do Vitória Futebol Clube no Instagram, nesta quinta-feira (28).

Mesmo não tendo jogado nenhuma partida profissionalmente no futebol capixaba, ele relembrou o início da carreira nas categorias de base do Alvianil. Aos 16 anos, em 2004, ele fez parte do elenco que disputou uma das principais competições nacionais sub-17, a Copa Internacional de Futebol Sub-17.

“Tinha Rodrigo César como destaque, eu e Thiago Keller, que foi um jogador de nome no estado. Tinha outros jogadores que foram para outros clubes também. Era uma equipe muito competitiva e fez com que a gente chegasse muito bem (à competição). Saímos para o Fluminense do Marcelo, do Lenny e do Digão. Era um time muito forte na época”, disse.

Companheiros de equipe por anos, o lateral relembrou a parceria com o craque Rodrigo César:“César é como um irmão pra mim. A gente foi para o Inter junto. Vivemos lá cinco anos juntos. Nos falamos todo dia praticamente. É um cara que aí no estado é muito vencedor, capitão, campeão e nós temos uma amizade verdadeira”, conta.

Carreira no Brasil e Europa 

No clube gaúcho, conquistou o Brasileiro Sub-20 em 2006, ao lado de jogadores como Alexandre Pato e Luiz Adriano, tendo marcado um gol na final, na goleada por 4 a 0 contra o rival Grêmio. Em seguida, teve passagens por Vasco, Corinthians, Flamengo e por clubes na Turquia.

Ramón com a taça da Copa do Brasil de 2011 pelo Vasco – Foto: Reprodução/Instagram

Com altos e baixos, o lateral capixaba foi amado e criticado por onde jogou, muito por conta das lesões, que atrapalharam parte da carreira. Seus principais títulos são a Copa do Brasil de 2011 pelo Vasco e o Brasileiro e a Copa Libertadores da América pelo Corinthians.

Atualmente ele se recupera de uma lesão na equipe Cruzmaltina. Em seu aniversário, no último dia 6, externou seus sentimentos por estar de fora do futebol e o desejo de saúde para o ano que vem.

Volta ao futebol capixaba

Ramon tem contrato com o Vasco até o final de dezembro deste ano e em meio às indefinições da volta do futebol, paralisado por conta da pandemia de coronavírus, ele revelou que pretende encerrar a carreira aqui no Espírito Santo.

“A gente sempre fala. Eu tenho a vontade de encerrar no estado porque eu nunca joguei profissionalmente aí. Se Deus quiser, eu me recuperando da lesão e voltando a atuar, espero sim encerrar. A gente conversa disso sempre que comentamos de futebol capixaba”, narra

Quando e onde ainda não sabemos. Ele deixou no ar a gratidão que tem pelo Vitória e por toda história vivida no clube.

“Temos uma ideia e espero que eu possa terminar no estado porque eu sou muito grato ao Vitória e ao futebol capixaba. Mesmo tendo jogado muito pouco. Tenho muita vontade de encerrar no meu estado, em casa”, finaliza.

* Com informações do Vitória Futebol Clube 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui