Ufes, Senai e empresas privadas consertam 20 respiradores sem custos para o ES

Eles recebem o material, identificam a causa do mal funcionamento e iniciam a reparação em parceria com o governo do Estado

0
Foto: Divulgação

O Governo do Estado conseguiu, sem custos, o restauro de 20 respiradores pulmonares de hospitais da rede pública que precisavam de manutenção. A ação foi alcançada graças a uma parceria firmada com a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e as empresas Vale e Arcelor Mittal.

O conserto dos aparelhos foi realizado gratuitamente por profissionais das referidas instituições. Eles recebem o material, identificam a causa do mau funcionamento e iniciam a reparação. Além dos 20 respiradores já consertados, está prevista a conclusão de mais 16, que aguardam a chegada de determinadas peças. A aquisição desses acessórios é feita pela Vale, caso sejam localizados fornecedores e a custos viáveis.

“Esse projeto envolve também o trabalho da equipe responsável por gerenciar o patrimônio mobiliário do Estado. Ela está envolvida tanto na busca dos aparelhos que necessitam de reparação quanto no acompanhamento do conserto e no retorno imediato deles às unidades hospitalares. Estamos unindo forças”, destacou a secretária de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro.

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, explicou que os respiradores pulmonares  são fundamentais para os paciientes hospitalizados com estado de saúde grave e de risco, ainda mais na pandemia da Covid-19. Em seguida, ele destaca que mesmo com o equipamento, é necessário “que a população siga a principal medida de combate ao novo Coronavírus, o distanciamento social”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui