Covid-19: Ufes prorroga suspensão das aulas presenciais até julho e decreta luto

O reitor Paulo Vargas afirmou que não há perspectiva para volta das atividades e que, quando voltar, os acadêmicos devem ser avisados com antecedência de 15 dias

0
Foto: Divulgação Ufes

O Conselho Universitário, em sessão ordinária realizada na tarde desta quinta-feira (28), decidiu estender o prazo de suspensão das atividades presenciais da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) até o dia 30 de junho, como forma de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus.

A decisão anterior, assinada ad referendum pelo reitor Paulo Vargas em abril, havia prorrogado o prazo para reorganização das atividades administrativas e acadêmicas, com suspensão das atividades presenciais, até o dia 30 de maio de 2020.

“Não há uma perspectiva de quando poderemos retornar às atividades presenciais, dado o panorama atual de aumento do número de casos da COVID-19. O Conselho decidiu prorrogar a suspensão e seguiremos avaliando o comportamento da pandemia”, disse o reitor.

Outra decisão do Conselho foi que, quando houver a possibilidade de retorno das atividades presenciais, a comunidade acadêmica será avisada com uma antecedência de 15 dias.

Luto

Ainda na sessão ordinária realizada nesta quinta, o Conselho Universitário manifestou que a Ufes se declara em luto pelas vítimas da Covid-19. “Por esse motivo, a bandeira da Universidade será hasteada a meio mastro, em cerimônia a ser realizada nos próximos dias”, informou por meio de nota.

Segundo informações do Painel Covid-19 do Governo do Estado, até o momento, o Espírito Santo registrou 12.375 casos confirmados da doença e 538 óbitos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui