Governo do ES deve decidir nas próximas horas sobre hospital de campanha em Colatina

Motivo da construção seria a fragilidade da estrutura de Saúde na região para atender pacientes diagnosticados como o novo coronavírus (Covid-19)

0
Secretário Nésio Fernandes e Subsecretário em Vigilância Epidemiológica Foto: Divulgação/Sesa

O Governo do Espírito Santo deve analisar a possibilidade de construir um hospital de campanha para pacientes infectados pelo novo coronavírus (Covid-19) em Colatina, no Noroeste do Estado, até esta segunda-feira (25), afirmou o secretário de Estado da Saúde (Sesa), Nésio Fernandes.

Atualmente, de acordo com a última atualização do painel Covid-19, a região Norte de Saúde, onde está localizado o noroeste capixaba, tem o total de 72 leitos. Destes, 42 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 30 de enfermaria.

Nós consideramos a análise do hospital de campanha para atender a região Noroeste porque a estrutura na região apresenta fragilidades. Essa característica pode levar a possibilidade de construir um equipamento como esse. Vamos decidir nas próximas horas“, diz Nésio.

O secretário de Saúde reforçou a capacidade de expansão de leitos para pacientes com Covid-19 e que pretende chegar em junho aos 700 leitos de UTI e 600 leitos de enfermaria em todo o Estado. Segundo Nésio, este número se equivaleria a sete ou oito hospitais de campanha.

Além disso, ressaltou que os hospitais de campanha são destinados para atender pacientes que apresentam sintomas sem gravidade e que a taxa de ocupação de leitos de enfermaria, no momento, é de 54%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui