Nove pessoas foram presas em operação da PC e da PM nos municípios de Linhares e Sooretama

Ao todo, 30 pessoas foram abordadas, além de dois veículos. Também foi apreendida uma arma de fogo e seis munições

0
PC e PM em abordagem em Nova Venécia, no Noroeste do ES
Foto: divulgação/PC

Uma operação realizada pela policias militar e a civil prendeu nove suspeitos, não identificados pelos agentes, em Linhares e Sooretama. A ação tinha o objetivo de cumprir 21 mandados de busca, apreensão, prisão e condução de investigados pela prática de homicídio, porte ilegal de arma e tráfico de drogas na região.

Ao todo, 30 pessoas foram abordadas, além de dois veículos. Também foi apreendida uma arma de fogo e seis munições. Quatro homens com mandados de prisão em aberto foram presos pela PMES. A atuação da PM e da PC foi coordenada pela Secretaria Estadual da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) e aconteceu na sexta-feira (22).

Em Sooretama, as equipes cumpriram dois mandados de prisão, sendo um indivíduo preso por tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico e outro por lesão corporal na forma da lei Maria de Penha.

Em Linhares, foram sete prisões, sendo três em flagrante, por posse ilegal de arma de fogo, com a apreensão de dois revólveres e munição. Um suspeito foi preso por mandado de prisão por crime de estupro; um casal foi preso em cumprimento a mandados de prisão pela prática de crime de cárcere privado e maus tratos contra uma criança de apenas sete anos de idade; e  um homem foi preso em cumprimento a mandado de prisão pelo crime de tráfico de entorpecentes.

Objetivo das ações em conjunto da PC e da PM

Militares se preparando para a Operação – Foto: Divulgação/PM

Para o comandante do 12º Batalhão, tenente coronel Geovânio, essa operação integrada com a Polícia Civil foi fundamental pelo objetivo operacional imediato de retirar criminosos do convívio com a sociedade e entregá-los à Justiça e também por conta da confiança que o cidadão deposita nas polícias e, consequentemente, no sistema se segurança.

“A colaboração que nos é depositada por meio das denúncias via 181 é valorosa, pois estas informações nos ajudam a atuar de forma mais pontual e continuar o trabalho de redução das taxas de crime, afirmou.

Participaram da operação o Núcleo de Operações e Transporte Aéreo (NOTaer), a Companhia Independente de Operações com Cães (Cioc), militares do Comando de Policiamento Ostensivo do Norte (CPON), policiais do 5º e 13º Batalhão, totalizando assim 94 militares. A operação contou, ainda, 32 com policiais civis da Delegacia Regional de Linhares, e Delegacias de Polícia de Sooretama, Rio Bananal, Aracruz, São Mateus, Superintendência de Polícia Regional Norte (SPRN) e Superintendência de Polícia Especializada (SPE).

Novas ações serão realizadas

O superintendente de Polícia Regional Norte, delegado Ícaro Ruginski, afirmou que outras ações semelhantes já estão em fase de planejamento.

“Já estamos trabalhando com levantamento de informações para a próxima fase da Operação Pacificação, e a contribuição da sociedade é fundamental. Todas as denúncias que chegam pelo 181 são apuradas, portanto, pedimos que a população continue nos auxiliando”, orientou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui