Ministério Público denuncia policial militar suspeito de tráfico internacional de armas

O policial foi acusado de financiar a importação de armas de fogo, munições e carregadores de pistola do Paraguai após ser preso pela Polícia Federal no último dia 24

0
Foto: Lissa de Paula

O Ministério Público Federal no Espírito Santo denunciou o policial militar Luiz Felipe de Mattos Maciel, vulgo “Tiozão”, por tráfico internacional de armas. Ele foi preso pela Polícia Federal no último dia 24 de março e é acusado de financiar a importação de armas de fogo, munições e carregadores de pistola do Paraguai, sem a autorização da autoridade competente.

A prática foi descoberta no dia 5 de setembro de 2019, no município de Mimoso do Sul, quando agentes da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar abordaram a motocicleta conduzida por Willian de Amorim Rangel, que havia sido contratado por Tiozão para transportar o material.

De acordo com o MP, Willian saiu de Cariacica e foi de moto a Foz do Iguaçu (PR) buscar as armas e munições. Ele já foi condenado pela Justiça por conta desse caso.

Na ocasião da abordagem, foram encontradas três pistolas .40; três pistolas .45; 24 seletores de rajada para pistola; oito carregadores para pistola .40; cinco carregadores para pistola .45; e 134 cartuchos de munição de arma de fogo .45.

De acordo com as investigações, Luiz Felipe prestou contribuição essencial à prática do delito, mantendo contato constante com Willian e financiando o pagamento de um problema mecânico ocorrido na motocicleta durante a viagem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui