Torcedores da Desportiva repudiam atuação de seguranças com armas de choque e soco-inglês em jogo do Capixabão

Os seguranças particulares contratados pelo clube estavam com armas de choque e soco inglês, assustando os torcedores grenás

0
Foto: Divulgação Grenamor

Uma torcida organizada da Desportiva usou uma rede social para ir contra uma atitude tomada pelo Rio Branco de Venda Nova, na última partida entre as duas equipes pelo Campeonato Capixaba no estádio Olímpio Perim. Trata-se de seguranças particulares contratados pelo clube que estavam com armas de choque e soco-inglês, e com comportamento violento, de acordo com os grenás.

“Em todo momento se mostraram despreparados, chegando acionar a arma de choque contra os torcedores e, por muito pouco não transformou um evento esportivo em tragédia. Após o evidente excesso, o segurança mostrou-se arrependido, pedindo desculpas”, disse a publicação.

Além disso, que diante de uma conduta açodada e desproporcional por parte da segurança da agremiação mandante,a torcida informou a Federação de Futebol do Espírito Santo sobre o ocorrido, pedindo “adoção das providências cabíveis, na forma que dispõe o art. 17 c/c art. 19 da Lei Federal nº 10.671/03 do Estatuto do Torcedor”.

Art. 17. É direito do torcedor a implementação de planos de ação referentes a segurança, transporte e contingências que possam ocorrer durante a realização de eventos esportivos.

Art. 19. As entidades responsáveis pela organização da competição, bem como seus dirigentes respondem solidariamente com as entidades de que trata o art. 15 e seus dirigentes, independentemente da existência de culpa, pelos prejuízos causados a torcedor que decorram de falhas de segurança nos estádios ou da inobservância do disposto neste capítulo.

View this post on Instagram

A Torcida Organizada Grenamor, presente nas arquibancadas desde 1976, em tom de repúdio, torna público as imagens abaixo, em que se verifica o uso de ARMAS DE CHOQUE e SOCO INGLÊS por pessoas que se identificaram como seguranças particulares do Rio Branco Futebol Clube (Venda Nova do Imigrante-ES), que em todo momento se mostraram despreparados, chegando acionar a arma de choque contra os torcedores e, por muito pouco não transformou um evento esportivo em tragédia. Após o evidente excesso, o segurança mostrou-se arrependido, pedindo desculpas. Diante de uma conduta açodada e desproporcional por parte da segurança da agremiação mandante, cientificamos a FES(@futebolcapixabaoficial) para adoção das providências cabíveis, na forma que dispõe o art. 17 c/c art. 19 da Lei Federal nº 10.671/03(Estatuto do Torcedor).

A post shared by GRENAMOR (@torcidagrenamor) on

A equipe do Movimento Online entrou em contato com a assessoria de comunicação do Rio Branco de Venda Nova, que respondeu por meio de uma nota dizendo que “o RBFC é veementemente contra o uso de soco inglês e armas de choque por seus seguranças. Só tomamos conhecimento do fato hoje pelas redes sociais e já proibimos a equipe de segurança contratada do uso de ambos”. O jogo em questão acontece no último sábado (14).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui