Com parceria entre Ufes e Embraer, primeiro teste de avião autônomo no Brasil é realizado

A parceria com a universidade capixaba visa acelerar o conhecimento das tecnologias de sistemas autônomos, por meio da implementação de processos mais ágeis de experimentação

0
Foto: Reprodução/Embraer

A Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) em conjunto com a Embraer, realizou na última semana de agosto o primeiro teste de uma aeronave autônoma no Brasil, na Unidade da Embraer, em Galvão Peixoto, interior de São Paulo. A iniciativa foi bem-sucedida e possibilitou que um protótipo se movimentasse em solo sem interferência humana.

A parceria com a universidade capixaba visa acelerar o conhecimento das tecnologias de sistemas autônomos, por meio da implementação de processos mais ágeis de experimentação. A cooperação científica e tecnológica ocorrem nas áreas de robótica autônoma e inteligência artificial.

Nos últimos seis meses, pesquisadores da Embraer e da Ufes trabalharam juntos em modelos matemáticos e computacionais de automação, desenvolvimento de softwareshardwares, kit de sensores a laser, GPS e câmeras, bem como na integração dos sistemas na plataforma aeronáutica. O sistema autônomo de navegação terrestre foi testado em um simulador durante avaliações preliminares, antes da operação real.

O conjunto de navegação por sensores e imagem conduziu a aeronave demonstradora da tecnologia de sistemas autônomos pela pista de decolagem, pela área de táxi e pelo pátio de forma totalmente independente, sem auxílio externo. Um piloto acompanhou a operação da cabine de comando, caso houvesse alguma intercorrência.

O sistema integrado de inteligência artificial monitorou as condições externas e internas da aeronave, atuando de forma independente nos comandos de aceleração, direção e frenagem, e executou com precisão a movimentação pelo trajeto indicado. A plataforma do teste é a mesma utilizada anteriormente em pesquisa na área de carros autônomos que teve início em 2009, na Ufes.

Assista ao vídeo do teste:

Nossa estratégia de desenvolvimento tecnológico em sistemas autônomos busca posicionar o país na vanguarda dos processos de inteligência artificial em diversas aplicações“, disse Daniel Moczydlower, vice-presidente executivo de Engenharia e Tecnologia da Embraer.

O coordenador do projeto, professor Alberto Ferreira de Souza, complementa e diz que a parceria lhe orgulha.

Esse sucesso demonstra a excelência do que vimos desenvolvendo na Ufes nestes últimos dez anos nas áreas de veículos autônomos e inteligência artificial. Ele nos coloca mais uma vez na vanguarda científica nestas áreas no nível mundial. Fazer tudo isso em parceria com a Embraer nos enche de orgulho e satisfação“, afirmou o professor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui