InovaWeek 2019: primeiro capixaba a subir o Everest traça paralelo entre montanha e vida durante palestra

O maior evento de inovação do Estado acontece na Universidade Vila Velha (UVV) e promete atrair mais de 15 mil pessoas durante a semana mais disruptiva do ano

0
Juarez Campos em palestra no InovaWeek 2019 - Foto: Divulgação

Primeiro capixaba e o 24° brasileiro a chegar ao cume do Monte Everest, o empresário Juarez Gustavo foi uma das atrações do InovaWeek 2019. Ele inspirou os presentes no Cineteatro da Universidade Vila Velha (UVV) e contou como a experiência no alpinismo muda sua vida todos os dias.

Leia também: >Além do Everest: conheça as histórias e motivações do alpinista capixaba Juarez Soares

“Convido vocês para uma expedição até o Monte Everest e para outra expedição, o Everest que está na mente”, disse.

Com vídeos, imagens e histórias, Juarez levou todos a uma verdadeira imersão em sua expedição.

A cada fase da subida ao ponto mais alto do mundo, ele associava a montanha com a vida corporativa e trazia à tona os principais desafios a serem batidos.

“A tarefa mais importante de um montanhista é tomar decisões […] e também é a tarefa principal de um executivo, de um líder, de um empreendedor e de um estudante. Ou vocês (universitários) tem dúvidas que as decisões que estão tomando aqui hoje, não só aquelas grandes decisões, como carreira e curso, mas também a maneira como vão se preparar para uma avaliação, como vai aproveitar as oportunidades. Vocês tem dúvida que essas decisões, de alguma forma, impactarão em seu futuro profissional e e sua vida em geral?”, explana. 

Ainda segundo Juarez Campos, a tomada de decisões passa ainda por uma questão de planejamento e, principalmente, por não se deixar levar pelas “armadilhas mentais”. Na expedição para o Everest ele quase desistiu quando começou a trocar a gratidão pela lamentação.

>Além do Everest: conheça as histórias e motivações do alpinista capixaba Juarez Soares

No processo de aclimatização para atacar o cume, ele começou a traçar metas na cabeça e tocou a primeira vez na palavra “sofrimento”. Foi neste período que machucou a lombar ao escorregar no gelo e ficou a ponto de perder tudo por conta da autossabotagem em sua mente.

“O que esse sofrimento poderia significar? Talvez medo de não conseguir, o medo de falhar. Eu queria ficar lá […] determinado momento eu pensei, ‘eu preciso trocar o oh meu Deus, mais um dia na cascata de gelo para oh meu deus, obrigado por mais um dia na cascata de gelo”, narra. 

Ele relata que contou com a ajuda da esposa e de um amigo montanhista de longa data, que o provocou questionando-o se era a lombar que havia machucado ou a mente dele.

Com apenas três dias e a força psicológica restabelecida, ele ficou novamente de pé, iniciou a preparação pouco a pouco e conseguiu atacar o cume e se tornar o primeiro capixaba a levantar a bandeira do Estado no Everest.

Juarez Campos elencou ainda seis mecanismos para evitar as armadilhas mentais utilizados por ele nas montanhas e na vida, pessoal e profissional: Encare a verdade; tenha novas perspectivas; cultive um lugar seguro; compartilhe sua dor; esteja orientado pela tarefa do dia, vivam o dia; e administre sua energia.

Por fim, ele provocou os presentes com mais uma pergunta: “Quem você quer ser para chegar ao cume(objetivo)?”.

Mesa Redonda

Mediada pelo diretor de negócios do UVV ON, Celso Guerra, o empresário Juarez Campos debateu o comportamento como alavanca de transformação junto da gerente de gestão de pessoas da Arcelor Mittal Tubarão, Juliana Almeida, e da Drª Carla Pimenta, diretora de recursos próprios da Unimed Vitória.

Da esquerda para direita, Juarez Campos, Drª Camila Pimenta, Juliana Almeida e Celso Guerra – Foto: Movimento Online

Guerra iniciou a mesa lembrando de um dos projetos ganhadores do InovaWeek 2018, o aplicativo Jade Autismo, do aluno de ciência da computação Ronaldo Cohin. O jade Autism é um aplicativo inovador de auxílio terapêutico para crianças autistas, recebeu investimentos para decolar e, hoje, já passou de 42 mil usuários, além de atender as 42 Apaes do Espírito Santo e já em processo de implantação em Apaes de outros estados.

O sucesso foi tanto, que Ronaldo e seu time foram convidados pelo governo da Inglaterra para apresentar o aplicativo por lá e agora embarcarão para o Canadá, para internacionalizar a Startup.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui